Adelaide Kane Brasil » Adelaide Kane em entrevista descontraída sobre a terceira temporada de Reign - Adelaide Kane Brasil

Enquanto aguardamos pela nova temporada de Reign, selecionamos algumas entrevistas antigas que Kane concedeu sobre a série. Na entrevista de hoje, ela fala sobre o destino da sua personagem na terceira temporada da série.

A segunda temporada de Reign introduziu o romance malfadado de Mary, Rainha da Escócia (Adelaide Kane) e Louis Conde (Sean Teale), Príncipe de Bourbon da França. O romance deles surgiu através de circunstâncias perturbadoras, depois que Louis ajudou Mary a encontrar e matar os seus agressores. Mas, quando Francis (Toby Regbo) estendeu sua bênção ao desejo de Mary em procurar amor e companhia fora da sua união política, a paixão entre Mary e Conde foi intensa, mas não tão discreta quanto esperavam. No entanto, como todas as paixões que surgem de forma ardente, evaporou com a mesma intensidade, uma vez que a dura realidade de suas posições políticas interferiram. O destino exigiu que, ou Louis morria por sua traição ao seu rei ou fugia para procurar a proteção de outro reino, Louis escolheu a segunda opção, casando-se com a Rainha Elizabeth (Rachel Skarsten). Casar-se com o maior inimigo da França pode até ter salvo a vida de Louis, por um tempo, mas acabou por torná-lo um homem marcado para a morte e esmagou todas as esperanças remanescentes do amor entre Louis e Mary.

Em um evento da CBS, Adelaide Kane falou sobre o destino da sua personagem na terceira temporada.

Mary teve um ano tumultuado, mas, ainda assim, no final, ela acabou por cima de muitas maneiras e com Francis ao seu lado, o que deixou os fãs animados. O que podemos esperar de Mary para a terceira temporada, especialmente agora, que temos três rainhas, tendo em vista o surgimento da Rainha Elizabeth?

ADELAIDE: Estou muito animada, animada por ter outra mulher à bordo. Uma pessoa nova para chamar para jantar. Vai ser ótimo e, com sorte, vou ter um pouco mais de tempo livre e poderei ir às minhas aulas de ioga. Vai ser legal brincar com o meu gato, ao invés de tê-lo que arrastar por aí. Estou animada para ver o que eles farão com Elizabeth.

Algumas das melhores cenas são aquelas em que vemos Mary e Catherine (Megan Follows) discordando uma da outra. Gostaríamos de ver mais disso.

ADELAIDE: Eu vou sentir falta desses embates entre as duas. Não vai ter mais ninguém com quem eu possa implicar, talvez apenas o Francis. Espero que eu e Toby tenhamos cenas assim.

Greer (Celina Sinden) vai estar de volta à Corte Francesa.  Ela pode não fazer parte dessas cenas de implicância, mas espero que também seja divertido para Mary.

ADELAIDE: Talvez ela implique um pouco com a Princesa Claude (Rose Williams). Renderia bons momentos.

E Mary poderia explorar mais esse universo de brigas entre garotas.

ADELAIDE: Exatamente! Isso é sempre divertido.

Seu companheiro de elenco, Torrance, sempre gosta de agitar as coisas e até brincou dizendo que poderia haver algo entre Bash e Mary.

ADELAIDE: (risos) Ai, meu Deus — Mash estará sempre vivo. Torrance é muito provocador, muito perverso. Não dá para acreditar em nada que ele diz.

A lógica de Torrance é que Bash está à espreita, porque os dias de Francis estão contados e, talvez, Nostradamus (Rossif Sutherland) o deixe saber de algo sobre a visão de Francis morrendo.

ADELAIDE: Faz sentido. Quem sabe?

Então, pode ser uma possibilidade, agora que Kenna (Caitlin Stasey) está longe em algum lugar.

ADELAIDE: Kenna não está no castelo, no momento, ela saiu para dar à luz a uma criança fruto de um amor ilegítimo.

Sobre isso, será que Mary gostaria de receber Kenna de volta ou ela acha que Kenna passou dos limites ao dormir com um homem enforcado por traição?

ADELAIDE: Eu não sei. Mary é uma amiga muito leal. Vamos ser honestos: se ela consegue tolerar Lola (Anna Popplewell) dentro de casa com o filho do seu marido, eu acho que ela não se importaria se Kenna voltasse ao castelo depois de ter o seu bebê.

Eu fiquei muito surpresa que Mary forçou Lola a se casar e a se mudar o mais rápido possível.

ADELAIDE: Quer saber? Mary não está preocupada com isso. Apenas não está preocupada. Ela não vai se estressar com Lola. Se Lola fizer algo errado, acho que Mary, rapidamente, irá entrar em ação. No entanto, ela está feliz em deixar Lola encontrar o seu rumo.

Será que Mary já desistiu, completamente, do romance com Conde?

ADELAIDE: (risos) Não posso te contar isso!

No final da temporada passada, as ações dela deram a impressão que sim.

ADELAIDE: Ela o esfaqueou. Então, eu acho que deixou essa impressão. No entanto, ela o deixou viver, essa é uma decisão ambígua de se fazer. Eu acho que Catherine iria assisti-lo sangrar e, provavelmente, esfaqueá-lo mais algumas vezes para ter certeza de que o trabalho estava feito. Mary não é Catherine, então veremos.

Outra pessoa que estamos surpresos por ainda estar vivo é, claro, Narcisse (Craig Parker). Eu achei que Mary iria acabar com ele, rapidamente, na última temporada.

ADELAIDE: Eu sei. Mas, ao mesmo tempo, também não sei o porquê ela ainda não o matou. Eu acho que apenas gosto de ter o Craig por perto. Nós somos um grupo tão incível. O pensamento de ter alguém saindo faz o meu coração palpitar. Não quero ver ninguém indo embora. Principalmente, porque sou a única que não pode ir e, se todos me abandonarem, estarei sozinha! (risos) Então, nenhum deles tem a minha permissão para sair. Eles têm que ficar comigo até o final.

Você teve essa conversa com o Toby, é claro,

ADELAIDE: Bem… O Francis tem que morrer, infelizmente. Está chegando a hora. Se não for assim, a história não conseguirá progredir. Mas espero que não aconteça por um tempo.

Mary e Francis estão voltando a aproveitar o casamento, novamente. Isso deve ser ótimo.

ADELAIDE: Sim, mas eu acho que eles estão sendo sádicos em relação à isso e, assim que o casamento de Mary e Francis atingir o ápice, vão matá-lo. Vai ser devastador. Vai ser felicidade, felicidade, alegria, alegria, Mary fica grávida de novo, Francis morre e ela perde o bebê. Essa é a minha previsão.

Isso seria horrível!

ADELAIDE: (risos) No entanto, eles precisam fazer isso. Eles amam dar esperanças e então, devastá-las. É típico da nossa série: tudo é feliz e maravilhoso e, então, tudo fica ruim. Destruir tudo que você ama.

Outra coisa que está acontecendo, sem que Mary saiba, tem a ver com o paganismo, por exemplo, Bash trouxe Delphine para a Corte, ela é meio que uma ritualista pagã ou uma bruxa.

ADELAIDE: Qual é o lance de Bash com todas essas bruxas malucas? Quer dizer, ele realmente tem um tipo. Mantenha isso em mente, ele ainda não superou isso. Ele deve pensar, “Sangue com magia — ah, Deus, outra.”

Mas é de esperar que Mary tenha interesse em coisas assim, tendo em vista que pode afetar o seu reino e, possivelmente, a sua vida.

ADELAIDE: Eu não acho que ela acredita nisso. Ela não acredita. Ela é mais do tipo, “Pare de matar galinhas. Verei vocês na missa de domingo.” Não acho que ela está preocupada. Ela deve estar pensando, “Ah, tanto faz. Você vai queimar no inferno, mas isso é legal.”

Além disso, seu reino de possibilidades tem a Claude. Claude é uma criança selvagem. Será que Mary iria querer que Claude e Leith (Jonathan Keltz) fiquem juntos ou Mary seria mais do tipo, “Claro que não, isso não vai acontecer — só por cima do meu cadáver”?

ADELAIDE:  Eu acho que ela gostaria de ver Claude em um relacionamento com alguém e menos problemática. Se alguém consegue lidar com ela é o Leith, ele já lidou com outras mulheres igualmente fortes antes e é um soldado, então eu acho que ela gostaria, “Bom, deixe-me ajeitar as coisas. Greer te deixou de lado e quer ser uma mulher de negócios independente.” Além disso, Mary quer manter Greer e as suas espiãs. Mary apenas quer que as pessoas da sua vida sejam felizes — mesmo que não precisem ser. E ter Claude em um relacionamento seria ótimo. Mary não precisaria se preocupar com a possibilidade de Claude ser sequestrada em um passeio por Paris, seria ótimo.

Fonte: SEAT42F

Postado por
• • • •
LEIA TAMBÉM!


Visite nossa galeria com mais de 30.000 imagens
layout criado por flávia e codificado por Gabriela Gomes - Todos os direitos ao Adelaide Kane Brasil